Projeto ‘Horta na Escola’ é cartão de visitas na escola de campo EE Silo Vargas Batista (Morumbi/Eldorado-MS)

Alimentos semiorgânicos enriquecem a merenda escolar, incentivam os bons hábitos alimentares e rendem uma boa aula sobre meio ambiente e sustentabilidade

“Você já viu nossa horta? ” Essa pergunta vai muito além de dizer que a escola possui uma horta. É um jeito de mostrar aos visitantes e familiares que aparecem na EE Silo Vargas, o resultado do carinho, empenho e dedicação da comunidade escolar, e também, de deixar bem claro que escola boa é aquela que educa para a vida.
Manter uma horta na escola pode parecer fácil, mas não é, mesmo para uma escola do campo. Na EE Silo Vargas o Projeto ‘Horta na Escola’ já vem sendo desenvolvido há vários anos, porém de uns tempos para cá foi mais incrementado, principalmente a partir do ano de 2015, com recursos do PDDE Estrutura/Escolas Sustentáveis.
Várias ações foram necessárias para fazer da horta o sucesso que ela é hoje. Entre as ações merecem referência a reativação de um antigo poço para fazer a irrigação da horta e também a feitura de uma pequena composteira para transformar os resíduos orgânicos da própria escola em adubo. A adubação dos canteiros é realizada com uma pequena concentração de adubo químico, sendo a maioria da adubação feita com adubo natural: pau podre, grama seca, folhagens e matéria orgânica, oriunda da composteira. Além das hortaliças a horta tem ainda banana nanica, banana prata, limão rosa, limão Taiti, abacate, abóbora e mandioca. Todos os produtos cultivados são utilizados para deixar a merenda escolar mais gostosa.
O mais importante de todo esse processo é a questão da conscientização por parte dos estudantes, os quais participam de tudo, desde a preparação do terreno, plantação, cuidados etc., até o consumo final, com alimentos saudáveis, naturais e colhidos na hora, muitas vezes, pelos próprios estudantes.
Além da função utilitária da horta (incrementar a merenda escolar), ela também tem se revelado um excelente laboratório de ensino do eixo temático Terra-Vida-Trabalho. Os professores se articulam de modo interdisciplinar, explorando conhecimentos que os alunos já possuem relacionando-os com o meio de produção de alimentos, a preservação do meio ambiente, a sustentabilidade e o equilíbrio ecológico. Seguindo um planejamento e sempre sob a supervisão dos professores, os estudantes são levados à horta para aprender na prática as teorias ensinadas na sala de aula. Aprendem a preparar e adubar os canteiros, técnicas de semeadura, irrigação, transplante de mudas, ciclo das plantas, produção sazonal, etc.
Por todos esses motivos é que a comunidade escolar pode e deve perguntar com orgulho: “Você conhece a nossa horta?”

Texto: Antonio Pinho – Diretor escolar
EE Silo Vargas Batista
Distrito de Morumbi, Município de Eldorado – MS

Edição: Lucimeire Antonieta Correia
CRE/NTE – Naviraí MS